Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Eletrônica

Biocélula gera eletricidade usando seu suor como combustível

Redação do Site Inovação Tecnológica - 04/10/2019

Biocélula gera eletricidade usando seu suor como combustível
A biocélula a combustível resiste a esticamentos de até 20%.
[Imagem: Xiaohong Chen/Université Grenoble Alpes]

Eletricidade gerada pelo suor

Nada melhor do que usar o suor para alimentar os sensores e monitores de saúde da eletrônica de vestir, que estão se tornando moda entre atletas profissionais e amadores, e começam a ser adotados para monitorar pacientes em casa.

E Xiaohong Chen, da Universidade de Grenoble, na França, aproveitou para construir seu nanogerador inteiramente flexível e que ainda pode ser esticado, facilitando seu uso sobre a pele, aproveitando o máximo do suor.

O suor funciona como um biocombustível, e a eletricidade é gerada por uma biocélula composta de nanotubos de carbono, polímeros reticulados e enzimas, tudo unido por conectores elásticos que são diretamente impressos no material base através de serigrafia.

A célula de biocombustível, que acompanha as deformações da pele, inclusive durante os exercícios, produz energia elétrica através da redução do oxigênio e da oxidação do lactato presente na transpiração.

Uma vez aplicado ao braço, o protótipo usa um amplificador de tensão para alimentar continuamente um LED, mostrando que a energia é suficiente para alimentar os biossensores tipicamente usados para monitoramento de atletas e da saúde.

Biocélula gera eletricidade usando seu suor como combustível
O processo de fabricação da biocélula a suor é similar à impressão de estampas em camisetas.
[Imagem: Xiaohong Chen et al. - 10.1002/adfm.201905785]

Elevando a tensão

A biocélula é relativamente simples e barata de se produzir, com o maior custo representado pela produção das enzimas que transformam os compostos encontrados no suor.

Os pesquisadores agora estão trabalhando para aumentar a tensão fornecida pela célula de biocombustível para alimentar dispositivos portáteis maiores.

Bibliografia:

Artigo: Stretchable and Flexible Buckypaper-Based Lactate Biofuel Cell for Wearable Electronics
Autores: Xiaohong Chen, Lu Yin, Jian Lv, Andrew J. Gross, Minh Le, Nathaniel Georg Gutierrez, Yang Li, Itthipon Jeerapan, Fabien Giroud, Anastasiia Berezovska, Rachel K. O'Reilly, Sheng Xu, Serge Cosnier, Joseph Wang
Revista: Advanced Functional Materials
DOI: 10.1002/adfm.201905785






Outras notícias sobre:
  • Células a Combustível
  • Biocombustíveis
  • Sensores
  • Fontes Alternativas de Energia

Mais tópicos