Plantão

BNDES libera recursos para tecnologias contra mudanças climáticas

Tecnologias ambientais

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) disponibilizará R$ 163 milhões do Fundo Nacional sobre Mudança do Clima (Fundo Clima) para aplicar em novos financiamentos envolvendo tecnologias ambientais.

Os recursos vão se somar aos R$ 228 milhões já anunciados no fim de setembro.

O novo aporte foi possível após a edição da Medida Provisória (MP) 851/18, que autoriza a administração pública a firmar instrumentos de parceria e termos de execução de programas, projetos e demais finalidades de interesse público com organizações gestoras de fundos patrimoniais.

A MP permitiu que os rendimentos desses fundos patrimoniais fossem incorporados ao patrimônio do Fundo Clima.

Tecnologias para enfrentar mudanças climáticas

O Fundo Clima é um dos instrumentos da Política Nacional sobre Mudança do Clima, cujo objetivo é financiar empreendimentos e projetos que contribuam para a diminuição dos efeitos das mudanças climáticas, bem como a redução das emissões dos gases causadores do efeito estufa.

O programa Fundo Clima é dividido em dez subprogramas: florestas nativas; energias renováveis; máquinas e equipamentos eficientes; mobilidade urbana; cidades sustentáveis e mudança do clima; resíduos sólidos; carvão vegetal; gestão e serviços de carbono; e projetos inovadores.

O valor máximo de financiamento por beneficiário alcança R$ 30 milhões a cada 12 meses. O BNDES é o agente financeiro da parte reembolsável do Fundo Clima e membro do Comitê Gestor do fundo. A carteira atual do programa Fundo Clima soma em torno de R$ 600 milhões em projetos.





Outras notícias sobre:

    Mais Temas