Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Plantão

Empresas poderão instalar centros de pesquisa e desenvolvimento no IPT

Com informações da Agência Fapesp - 02/08/2019


Inovação compartilhada

O Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) de São Paulo lançou um programa, chamado IPT Open Experience, que permitirá que empresas de todos os setores econômicos, que demandem soluções de alta intensidade tecnológica, possam instalar centros de pesquisa e desenvolvimento (P&D) no campus da instituição.

"O espaço do IPT será compartilhado com empresas de médio e de grande porte, startups e ICTs [instituições de ciência e tecnologia],", disse Jefferson Gomes, presidente do IPT, salientando que essas empresas serão conectadas à infraestrutura de tecnologia e de negócios da instituição.

As empresas também terão oportunidade de participar de núcleos de inovação que serão criados no IPT. Os núcleos são ambientes de inovação aberta voltados a solucionar desafios tecnológicos por meio da interação com empresas emergentes, clientes e fornecedores, além de universidades, instituições de pesquisa, órgãos do governo e outros agentes do ecossistema de ciência, tecnologia e inovação.

Por meio desses ambientes serão oferecidos diversos suportes para as empresas, incluindo captação de recursos públicos e privados para a inovação, estruturar projetos tecnológicos, utilizar os laboratórios do IPT e buscar startups para desenvolver projetos em parceria, entre outras iniciativas.

Amparo legal

Segundo Gomes, a abertura do campus da instituição para empresas instalarem seus centros de P&D ou participar de núcleos de inovação foi possível em razão da regulamentação, no início de 2018, da lei 13.243 - o chamado Marco Legal de Ciência, Tecnologia e Inovação.

Entre outras medidas, o decreto autoriza as instituições públicas a cederem diretamente a empresas o uso de imóveis para a instalação de "ambientes promotores da inovação" - parques tecnológicos, aceleradoras, entre outros -; e flexibiliza as regras de transferência de tecnologia de ICTs para o setor privado.

"O IPT tem uma longa tradição de projetos colaborativos de pesquisa e desenvolvimento com empresas e algumas delas tinham o desejo de instalar centros de P&D no campus da instituição. Mas isso não era possível porque precisava de um desenvolvimento jurídico", disse Gomes. "A regulamentação do Marco Legal de Ciência, Tecnologia e Inovação permitiu fazermos isso agora legalmente."

Centro Internacional de Tecnologia e Inovação

O lançamento do programa do IPT é a primeira fase do projeto de criação do Centro Internacional de Tecnologia e Inovação (CITI).

O projeto tem como objetivo transformar em um distrito de tecnologia e inovação uma área de 650 mil metros quadrados que será liberada com a transferência para outro local da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), na Vila Leopoldina, em São Paulo.

Além do IPT, integrarão o projeto CITI a USP e o Instituto Butantan.







Outras notícias sobre:
  • Políticas de Ciência e Tecnologia
  • Inovação nas Empresas
  • Investimentos
  • Desenvolvimento Sustentável

Mais tópicos