Mecânica

Fábrica pessoal reúne objetos reais e virtuais

Fábrica pessoal reúne objetos reais e virtuais
Na MixFab, o design 3D é feito em um ambiente totalmente gestual. [Imagem: Lancaster University]

Múltiplas realidades

Agora que se demonstrou que as fábricas domésticas já são economicamente viáveis, os projetos livres de impressoras 3D estão chamando cada vez mais a atenção.

Apesar de sistemas operacionais como o Windows 8 já terem suporte para impressoras 3D, começam as preocupações em tornar esses equipamentos mais amigáveis.

O grande desafio é que projetar os objetos que serão produzidos pela fabricação aditiva ainda requer habilidades de modelagem 3D, tornando a técnica inacessível a pessoas sem formação especializada.

Pensando nisso, uma equipe da Universidade Lancaster (Reino Unido) e da Microsoft criaram uma nova ferramenta chamada MixFab.

O MixFab é essencialmente um ambiente de realidade mista para a fabricação pessoal, abrindo caminho para que os não-especialistas possam fazer seus próprios modelos 3D e imprimi-los.

A realidade mista permite a convivência entre objetos reais e objetos virtuais no mesmo ambiente, tudo turbinado pela realidade aumentada.

O conjunto hardware/software permite aos usuários projetar os objetos em um ambiente imersivo, interagindo com objetos virtuais e reais simultaneamente, tudo de forma gestual.

Fábrica pessoal reúne objetos reais e virtuais
O conjunto hardware/software permite aos usuários projetar os objetos em um ambiente imersivo, interagindo com objetos virtuais e reais simultaneamente. [Imagem: Lancaster University]

3D em ambiente 3D

"O MixFab foi projetado para diminuir a barreira para os usuários criarem conteúdo para a impressão 3D. Ao usar a realidade aumentada, os usuários podem criar modelos virtuais 3D de objetos e vê-los projetados no seu ambiente de trabalho," explicou o professor Christian Weichel, da Universidade Lancaster.

"[Os usuários] podem moldar os modelos 3D com gestos intuitivos, e até mesmo usar objetos físicos, por exemplo, para fazer o ajuste do modelo para o formato de um objeto existente. Quando pronto, o modelo 3D é impresso e imediatamente utilizável como um novo objeto físico," completou Weichel.

Segundo ele, o mecanismo resolve o grande problema que os novatos têm na manipulação 3D e na navegação nos "ambientes planos" dos programas de projeto 3D.

"No entanto, todos nós sabemos como interagir com objetos 3D no mundo real. A MixFab transfere esse conhecimento para o mundo do design, situando o ambiente de design no espaço físico e tornando esses objetos virtuais manuseáveis, como se fossem entidades físicas," concluiu ele.





Outras notícias sobre:

    Mais Temas