Plantão

Finep cresce quase 300% em quatros anos

Empresa de inovação

A Finep Inovação e Pesquisa, considerado o "Banco da Inovação Tecnológica" - embora ela não seja formalmente um banco -, divulgou os resultados expressivos alcançados pela instituição ao longo dos últimos anos.

Foram R$ 8,6 bilhões de janeiro a dezembro de 2014 em contratações na modalidade crédito, totalizando R$ 18,2 bilhões no quadriênio 2011-2014.

Nas liberações, houve crescimento de 77%: R$ 4,5 bilhões em 2013 contra R$ 2,5 bi em 2014. Além disso, no mesmo período o número de projetos contratados saltou de 108 para 147.

"Em quatro anos quintuplicamos as liberações de crédito", destaca Glauco Arbix, presidente da financiadora, acrescentando que o aumento substancial nas operações desse tipo se deve a iniciativas como o Plano Inova Empresa e o Finep 30 Dias.

O novo patamar da Finep também pode ser medido pela evolução de seu ativo total - que compreende os bens e direitos da empresa. Com R$ 12 bilhões nesse quesito, a financiadora aumentou em quase 300% o volume medido em 2010, que era de R$ 4,3 bilhões.

Para se ter ideia do que isso representa, basta olhar o ranking de ativos de instituições financeiras desenvolvido pelo Banco Central: se a Finep fosse enquadrada como banco, ela apareceria entre as cinco maiores instituições financeiras públicas do País e entre as 30 públicas e privadas.

Incentivo à pesquisa e inovação

Um dos avanços mais significativos nos últimos anos foi o desenvolvimento do Finep 30 Dias Inovação, voltado para empresas.

Com a nova metodologia, a financiadora conseguiu reduzir o tempo de análise de 452 para 30 dias e aumentar a capacidade da avaliação dos projetos, dando maior segurança e transparência.

O resultado foi um ganho de produtividade de mais de 300%, passando de 129 para 389 projetos analisados por ano. Além disso, cerca de 50% dos projetos analisados pela agência por meio do Finep 30 Dias são indeferidos, o que reforça a qualidade do que é aprovado.

Finep Pesquisa

Seguindo o mesmo modelo, a Finep também desenvolveu o Finep 30 Dias Pesquisa, para universidades, institutos tecnológicos e centros de pesquisa. O primeiro edital realizado por meio do novo sistema é voltado para equipamentos multiusuários.

Lançada em novembro, a chamada pública conta com um orçamento de R$ 400 milhões e tem como objetivo principal financiar a aquisição de novos equipamentos de médio e de grande porte - bem como sua instalação e manutenção - por instituições.

Os equipamentos multiusuários são considerados de alta especialização e necessitam de um coordenador científico que determine o seu uso por usuários internos e externos à instituição.

Inova Empresa

Lançado em março de 2013, o Plano Inova Empresa teve demanda inicial de R$ 98,7 bilhões, frente a um orçamento de R$ 32,9 bi. A crescente busca por recursos especializados em inovação é importante alicerce para o que foi conquistado até agora e esperança para um avanço ainda maior no futuro.

"A inovação é peça-chave no plano de desenvolvimento econômico sustentável de longo prazo para o País", aponta Glauco Arbix.

O Inova Empresa é uma iniciativa conjunta da Finep, do BNDES e de 12 ministérios, agências e instituições. Com o objetivo de elevar o P&D nas empresas, integra vários instrumentos, como o crédito subsidiado, a subvenção econômica, projetos cooperativos empresa-universidade, recursos não reembolsáveis para centros de pesquisa e universidades e investimento em participação em empresas emergentes.

Com foco em áreas estratégicas como energia, petróleo e gás, complexo da saúde, complexo aeroespacial e defesa, TICs, telecomunicações, sustentabilidade socioambiental e agropecuária, o Plano Inova Empresa procura também incentivar projetos de maior risco tecnológico, com taxas especiais e prazos que chegam até 12 anos.

O que é a Finep?

A Finep é uma empresa pública veiculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, com o objetivo de promover o desenvolvimento econômico e social do Brasil por meio do fomento público à ciência, tecnologia e inovação em empresas, universidades, institutos tecnológicos e outras instituições públicas ou privadas.

O apoio da Finep abrange todas as etapas e dimensões do ciclo de desenvolvimento científico e tecnológico: pesquisa básica, pesquisa aplicada, melhoria e desenvolvimento de produtos, serviços e processos.

A Finep apoia, ainda, a incubação de empresas de base tecnológica, a implantação de parques tecnológicos, a estruturação e consolidação dos processos de pesquisa e o desenvolvimento de mercados.





Outras notícias sobre:

    Mais Temas