Plantão

Governo investirá R$ 600 milhões em institutos nacionais de C&T

O governo federal anunciou uma nova fase do programa dos Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INCTs).

Serão destinados R$ 641,7 milhões para a consolidação das unidades de pesquisa que já existem e estimular a formação de novas redes de cooperação científico-institucional de caráter nacional e internacional.

A apresentação das propostas por parte dos pesquisadores começa em 7 de julho e termina no dia 8 de setembro, com limite de previsão orçamentária de R$ 10 milhões para cada projeto.

O resultado da seleção deverá ser divulgado a partir de março de 2015, e a implementação dos projetos está prevista para abril de 2015.

Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia

Atualmente existem 101 INCTs (Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia), congregando 1.937 instituições, com a participação direta de 6.794 pesquisadores.

Espalhados por todo o país, os INCTs funcionam de forma multicêntrica, sob a coordenação de uma instituição-sede que já tenha competência em determinada área de pesquisa.

O programa já resultou na publicação de 905 livros, 7.995 artigos em periódicos nacionais indexados e 26.215 artigos em periódicos internacionais.

No campo da tecnologia, já foram requeridas 578 patentes, das quais 265 já foram concedidas.

A iniciativa custou aproximadamente R$ 850 milhões até agora. O prazo de conclusão dos projetos em andamento termina em 2015.

O novo edital pretende dar continuidade ao programa.

Os temas preferencialmente apoiados são: tecnologias ambientais e mitigação de mudanças climáticas; biotecnologia e uso sustentável da biodiversidade; agricultura; saúde e fármacos; espaço, defesa e segurança; desenvolvimento urbano; segurança pública; fontes alternativas de energias renováveis, biocombustíveis e bioenergia; nanotecnologia; pesquisa nuclear, tecnologia da informação e comunicação e controle e gerenciamento de tráfego aéreo.





Outras notícias sobre:

    Mais Temas