Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Informática

Lançado o primeiro mercado eletrônico de recursos computacionais

Redação do Site Inovação Tecnológica - 26/08/2009

Lançado o primeiro mercado eletrônico de recursos computacionais
O mercado eletrônico de recursos computacionais é uma plataforma aberta (open-source), com todo o código disponível no site.

Bolsa mercantil de recursos computacionais

Pesquisadores europeus criaram uma plataforma para comercialização de recursos de processamento e armazenamento que permite a compra e a venda de recursos computacionais padronizados, uma espécie de commodity da era da informação.

Além de criar uma bolsa mercantil de recursos computacionais, a nova plataforma poderá transformar a computação em um serviço público, como acontece hoje com a eletricidade e a telefonia.

Grids computacionais

A base para a criação do novo mercado é um conceito de computação distribuída conhecida como Grid, interligações entre computadores que juntam os poderes de processamento, de memória e de armazenamento de todos os computadores conectados. Para o usuário, contudo, tudo funciona como se ele estivesse usando um único computador.

O conceito de grid foi criado pelo famoso SETI@HOME, que usa computadores de voluntários para procurar por vida extraterrestre - veja Andróides e alienígenas vão se juntar à pesquisa pangaláctica.

Os ETs ainda não foram localizados, mas o conceito evoluiu tanto que os grids serão a base de processamento dos dados do LHC - veja Ligue seu computador ao maior experimento científico da história. Já existe até mesmo um navegador para os grids.

Aluguel de recursos computacionais

Várias empresas, como Amazon e HP, já alugam sua capacidade computacional ociosa. Mas a proposta do projeto GridEcon - uma junção dos termos grid e economia - é permitir que qualquer pessoa possa ofertar a capacidade de processamento e armazenamento de seu computador, seja ele ocioso ou não.

Isto permitirá, por exemplo, a inclusão de novos participantes no mercado que queiram otimizar a utilização de suas centrais de dados (data-centers).

E os ofertantes também poderão se tornar demandantes. Por exemplo, uma empresa que aluga seus computadores em momentos ociosos poderá contratar recursos para aliviar seus momentos de pico.

Segundo os pesquisadores, o conceito acabou de ser disponibilizado e as primeiras empresas já estão entrando em contato para estudar como o recurso lhes poderá ser útil.

Mercado eletrônico de recursos computacionais

A plataforma GridEcon é um mercado eletrônico, com uma interface que mostra propostas de oferta e de compra imediata de recursos computacionais, assim como mercados futuros, onde a capacidade é ofertada ou demandada numa data futura determinada.

O mercado eletrônico de recursos computacionais é uma plataforma aberta (open-source), com todo o código disponível no site. Desta forma, se uma empresa tiver uma necessidade específica de comercialização, ela poderá incluir um plugin para atender às suas exigências.

Mais informações podem ser obtidas no site do projeto (www.gridecon.eu), onde se pode também baixar gratuitamente um livro eletrônico de 150 páginas que explica todo o conceito e as funcionalidades já disponíveis no GridEcon.







Outras notícias sobre:
  • Nuvem
  • Software Livre
  • Supercomputadores
  • Software e Programação

Mais tópicos