Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Mecânica

Manche de helicóptero é substituído por volante

Com informações da Cordis - 17/04/2015

Manche de helicóptero é substituído por volante
O sistema inclui capacidade anticolisão, tecnologias de desvio automático de obstáculos, planejamento de rota e voo em formação.
[Imagem: DLR]

Helicóptero com volante

O objetivo do projeto europeu MyCopter (Meu Helicóptero) é criar um misto de carro voador com helicóptero, viabilizando o transporte aéreo pessoal.

Antes disso, porém, os primeiros resultados práticos poderão melhorar os próprios helicópteros.

A equipe criou um sistema de controle para helicópteros que substitui o manche por um volante, tornando os helicópteros tão fáceis de controlar quanto os carros.

Atualmente, o treinamento de um piloto de helicóptero envolve a capacitação para manipular quatro eixos de controle, necessários para que a aeronave mantenha uma posição estável no ar - isto requer habilidade, conhecimento e muita concentração.

A migração do manche para o volante, contudo, usa habilidades que a maioria das pessoas já desenvolveu ao aprender a dirigir automóveis.

Manche de helicóptero é substituído por volante
O sistema começou a ser testado em uma aeronave experimental.
[Imagem: DLR]

Veículos aéreos pessoais

A simplificação foi possível com a introdução de um elevado grau de automação no controle da aeronave.

Tudo o que o piloto precisará fazer será apertar um acelerador e um breque, e controlar a direção pelo volante. As funções de subida e descida são realizadas por uma alavanca lateral, similar a um freio de mão.

A equipe, sediada no Instituto Max Planck, na Alemanha, acredita que isto pode viabilizar os futuros veículos aéreos pessoais.

O sistema, já testado em simuladores e em um helicóptero experimental, inclui um sistema anticolisão, tecnologias de desvio automático de obstáculos, planejamento de rota e voo em formação, para facilitar o tráfego urbano dos futuros veículos aéreos pessoais.

Vias de trânsito aéreo

Um dos objetivos do projeto é que as futuras redes de trânsito aéreo permitam que os veículos viajem diretamente entre dois pontos, eliminando as vias congestionadas.

Isto será possível graças a um sistema centralizado de planejamento de rotas, que conduzirá cada veículo pelo seu roteiro, ajustando o momento da partida e a velocidade para evitar colisões.

As viagens diretas ponto a ponto também prometem economizar combustível e ajudar a reduzir o pára e anda do trânsito, que desperdiça grandes quantidades de energia.






Outras notícias sobre:
  • Aviões
  • Veículos
  • Tecnologia Automotiva
  • Veículos Híbridos e Elétricos

Mais tópicos