Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Plantão

Astrônomos calculam peso da Via Láctea

Redação do Site Inovação Tecnológica - 11/03/2019

Astrônomos calculam peso da Via Láctea
Esta ilustração mostra a arquitetura fundamental da Via Láctea: um disco em espiral, a protuberância central e um halo difuso de estrelas e aglomerados estelares globulares. A misteriosa matéria escura não aparece.
[Imagem: NASA/ESA/A. Feild (STScI)]

Peso da Via Láctea

Não podemos colocar toda a Via Láctea em uma balança, mas astrônomos chegaram a uma das medições mais precisas da massa da nossa galáxia usando os telescópios espaciais Hubble e Gaia, lançado para mapear a Via Láctea em 3D.

A Via Láctea pesa cerca de 1,5 trilhão de massas solares - uma massa solar é a massa do nosso Sol.

Apenas alguns poucos por cento disso envolve as cerca de 200 bilhões de estrelas e seus planetas, além do Sagitário A*, um buraco negro supermassivo de 4 milhões de massas solares que se acredita existir no centro da galáxia.

A maior parte do restante da massa é hipotética, formando a chamada matéria escura, uma substância invisível e até hoje não detectada, mas que deve estar lá ou as galáxias não se sustentariam.

Há décadas os astrônomos vêm usando uma variedade de técnicas observacionais que forneceram estimativas para a massa da nossa galáxia, com os resultados variando entre 500 bilhões e 3 trilhões de massas solares. Esta nova medição está próxima do meio desse intervalo.

Galáxia robusta

A nova estimativa de massa coloca nossa galáxia no lado mais robusto, comparado a outras galáxias do Universo. As galáxias mais leves estão em torno de um bilhão de massas solares, enquanto as mais pesadas pesam 30 trilhões, ou 30.000 vezes mais massivas que a Via Láctea.

"Queremos conhecer a massa da Via Láctea com mais precisão para que possamos colocá-la em um contexto cosmológico e compará-la a simulações de galáxias no Universo em evolução. Não saber a massa precisa da Via Láctea apresenta um problema para muitas questões cosmológicas," disse Roeland van der Marel, membro da equipe.



Outras notícias sobre:
  • Universo e Cosmologia
  • Telescópios
  • Corpos Celestes
  • Exploração Espacial

Mais tópicos