Robótica

Robô transformer dobra-se como origami e sai andando

Robô transformer dobra-se como origami e sai andando
O processo de autogeração do robô metamórfico dura cerca de 4 minutos. [Imagem: Seth Kroll/Wyss Institute]

Missões de busca e salvamento

Engenheiros afirmam ter criado um verdadeiro transformer, um dispositivo metamórfico que se monta sozinho e depois movimenta-se de forma autônoma, sem qualquer intervenção humana.

O truque está em incluir previamente os circuitos eletrônicos e a parte mecânica em folhas planas de materiais especiais, e depois fazer com que esses materiais dobrem-se seguindo a técnica do origami.

Embora os robôs resultantes sejam ainda simples e frágeis, Sam Felton e seus colegas da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, afirmam que máquinas automontantes têm várias aplicações potenciais, incluindo entrar em espaços confinados, como prédios destruídos, para missões de busca e salvamento.

Robô transformer dobra-se como origami e sai andando
[Imagem: Seth Kroll/Wyss Institute]

Robôs de origami

O casamento, à primeira vista pouco provável, entre origami e robótica, na verdade tem dado bastante certo. A grande ajuda veio da automontagem, com variadas técnicas sendo utilizadas para que as folhas dobrem-se sozinhas.

Mas este parece ser o primeiro caso em que as folhas dobram-se autonomamente e o robô resultante começa a funcionar sem novas intervenções.

Outro destaque do trabalho é que a equipe usou materiais simples, que podem ser comprados no comércio: folhas comuns de papel, algumas molas e um polímero com memória de forma, um material compósito da classe dos músculos artificiais projetado para contrair a 100° C.

Além de aparelhos metamórficos em geral, materiais com memória de forma já foram usados, por exemplo, para fazer de robôs que resistem a marteladas e pisoteios até sapatos femininos inteligentes.

Robô transformer dobra-se como origami e sai andando
Um software foi criado para automatizar o processo de calcular onde devem ser feitas as dobras e programar sua sequência. [Imagem: Jesse Silverberg et al. - 10.1126/science.1252610]

Receita de transformer

Para juntar tudo - origami, automontagem e robôs que saem andando sozinhos - a equipe colocou os circuitos eletrônicos, os motores e a bateria no ponto certo das folhas e depois programou o polímero com memória de forma de tal modo que os vincos dobrassem-se na sequência correta, o que é feito aquecendo o material onde ele deve dobrar-se usando as próprias baterias embutidas no robô.

Em cerca de quatro minutos as folhas transformam-se em um robô funcional, que então sai correndo a uma velocidade de 5,4 centímetros por segundo, virando a esmo - mas sem que ninguém precise apertar nenhum botão.

A mesma equipe já havia construído um robô para construir robôs de origami.

Bibliografia:

A method for building self-folding machines
S. Felton, M. Tolley, E. Demaine, D. Rus, R. Wood
Science
Vol.: 345, 6197 644-646
DOI: 10.1126/science.1252610




Outras notícias sobre:

    Mais Temas