Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Espaço

Saturno supera Júpiter após descoberta de 20 novas luas

Redação do Site Inovação Tecnológica - 07/10/2019

Saturno supera Júpiter após descoberta de 20 novas luas
Concepção artística das 20 luas recém-descobertas que orbitam Saturno. Essas descobertas elevam a contagem total de luas do planeta para 82, superando Júpiter.
[Imagem: Carnegie Institution]

Órbitas retrógradas e prógradas

Astrônomos descobriram 20 novas luas orbitando Saturno. Isso eleva o número total de luas do planeta para 82, superando Júpiter, que tem 79, como o planeta com maior número de luas no Sistema Solar.

Cada uma das luas recém-descobertas tem cerca de cinco quilômetros de diâmetro. Dezessete delas orbitam o planeta na contramão, ou em direção retrógrada, significando que seu movimento é oposto à rotação do planeta em torno de seu eixo. As outras três luas orbitam na direção prógrada - na mesma direção em que Saturno gira.

Duas das luas prógradas estão mais próximas do planeta e levam cerca de dois anos para viajar ao redor de Saturno. As luas retrógradas, mais distantes, e uma das luas prógradas, levam mais de três anos para completar uma órbita.

"Estudar as órbitas dessas luas pode revelar suas origens, bem como informações sobre as condições de Saturno no momento de sua formação," explicou Scott Sheppard, da Instituição Carnegie, nos EUA.

Grupos de luas de Saturno

As luas externas de Saturno parecem estar agrupadas em três grupos diferentes em termos das inclinações dos ângulos em que estão orbitando ao redor do planeta. Duas das luas prógradas recém-descobertas se encaixam em um grupo de luas exteriores, com inclinações de cerca de 46 graus, chamadas de grupo Inuit, batizadas em homenagem à mitologia da nação indígena esquimó. Essas luas podem ter-se originado de uma lua maior que se despedaçou no passado.

Da mesma forma, as recém-anunciadas luas retrógradas têm inclinações semelhantes às de outras luas saturnianas retrógradas conhecidas anteriormente, indicando que também são fragmentos prováveis de uma lua-mãe maior que teria se partido. Essas luas retrógradas estão no grupo Nórdico, com nomes vindos da mitologia nórdica. Uma das luas retrógradas recém-descobertas é a lua mais distante conhecida em torno de Saturno.

"Esse tipo de agrupamento de luas externas também é visto em torno de Júpiter, indicando colisões violentas ocorridas entre luas no sistema saturniano, ou com objetos externos, como asteroides ou cometas," explicou Sheppard.

A outra lua prógrada recém-encontrada tem uma inclinação próxima a 36 graus, o que é semelhante ao outro agrupamento de luas internas prógradas ao redor de Saturno, chamado grupo Gálico. Mas esta nova lua orbita muito mais longe de Saturno do que qualquer outra lua prógrada, indicando que ela pode ter sido empurrada para fora ao longo do tempo ou pode não estar associada ao agrupamento mais interno de luas prógradas.

As novas luas foram descobertas usando o telescópio Subaru, no topo de Mauna Kea, no Havaí.







Outras notícias sobre:
  • Corpos Celestes
  • Telescópios
  • Universo e Cosmologia
  • Exploração Espacial

Mais tópicos