Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Plantão

Sonda chinesa flagra Terra e Lua crescentes

Redação do Site Inovação Tecnológica - 07/08/2020

Sonda chinesa flagra Terra e Lua crescentes

[Imagem: CNSA]

Mundos crescentes

A sonda enviada pela China a Marte, a Tianwen-1 resolveu dar um último adeus e voltou suas câmeras para o lar terrestre.

O resultado é uma belíssima imagem mostrando um céu no qual a Terra e a Lua aparecem juntas como crescentes.

A Tianwen-1 tirou a foto na última segunda-feira, quando estava a aproximadamente 1,2 milhão de quilômetros da Terra, usando seu sensor de navegação óptico.

Voltar as câmeras das sondas para fotografar a Terra tornou-se uma tradição desde que a ideia foi lançada pelo astrônomo Carl Sagan. Em 1990, ele pediu à NASA para que virasse a sonda espacial Voyager 1 e fotografasse os planetas que ela havia visitado - na foto, a Terra foi descrita por Sagan como um "pálido ponto azul", uma expressão que também se tornou icônica em referência à pequenez do nosso planeta na imensidão do Universo.

Há cerca de três anos, a sonda Juno também capturou uma pose da Terra e da Lua juntas, mas a pose da Terra e da Lua não foi tão feliz quanto à que elas fizeram agora para a Tianwen-1 - o nome da sonda significa "Questões ao Céu".

De acordo com a CNSA, a agência espacial chinesa, a sonda já saiu da zona de influência da gravidade da Terra e entrou na órbita de transferência Terra-Marte, estando já a mais de 1,5 milhão de quilômetros da Terra.






Outras notícias sobre:
  • Corpos Celestes
  • Sondas Espaciais
  • Universo e Cosmologia
  • Marte

Mais tópicos