Plantão

Toyota quer incentivos para importar carros híbridos

A Toyota apresentou ao governo proposta para importar carros híbridos ou elétricos e, futuramente, "pensar" em fabricá-los no país.

Segundo Luiz Carlos Andrade, vice-presidente executivo da montadora, o Brasil poderá ser o primeiro país fora da Ásia a receber uma fábrica de carros híbridos da Toyota.

Existem duas propostas para os carros elétricos.

A primeira é uma motorização híbrida, com motor elétrico acoplado a um motor tradicional a combustão, como o Toyota Prius, considerado o carro ecológico da companhia. Outra é para um carro totalmente elétrico, que necessita ser abastecido por meio de uma tomada.

Resta saber se o governo, que já deu tantos incentivos à indústria automobilística, concordará também em dar incentivos para a importação de veículos fabricados fora do país.

"A ideia inicial e viável é, antes, importar. E depois pensar em verticalizar a produção. É um momento muito importante para todos nós. Para o governo, o incentivo à produção. E para a indústria, colocar a produção fora do hemisfério oriental", disse Luiz Carlos Andrade.

O executivo evitou antecipar detalhes da conversa com membros do governo, tornando difícil avaliar o quanto a proposta tem de importação e quanto de projeto de investimento.

Segundo ele, o objetivo, agora, foi apresentar alternativas e avaliar como o governo recebe a iniciativa.

"Eles ouviram o que nós tínhamos a dizer, e se comprometeram a examinar dentro do governo para a gente ter uma próxima conversa", disse.

Para ele, a tecnologia deve ser incentivada, porque assim "acontece em outros lugares do mundo, com incentivos tributários e medidas que facilitem a produção, localização e consumo".





Outras notícias sobre:

    Mais Temas