Plantão

Mato Grosso do Sul lança edital para apoio à pesquisa em empresas

A Fundect (Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul) lançou edital para o Programa de Apoio à Pesquisa em Empresas (Pappe). Serão destinados R$ 3 milhões ao financiamento de projetos que visem a pesquisa e o desenvolvimento de produtos e processos inovadores. Metade dos recursos é proveniente da Fundect e a outra metade da Finep (Financiadora de Estudos e Projetos).

Cinco áreas, consideradas estratégicas para o desenvolvimento local, serão priorizadas pelo edital: agronegócio, biotecnologia, saúde, universidade-empresa e energia.

O Pappe busca oferecer incentivos às empresas para que desenvolvam atividades inovadoras e de impacto comercial e social, além de viabilizar maior aplicação prática das pesquisas e estimular a associação entre pesquisadores e empresas.

De acordo com o diretor-presidente da Fundect, Rafael Geraldo de Oliveira Alves, o Programa vai estimular e incentivar as empresas de base tecnológica de Mato Grosso do Sul a investir no desenvolvimento de produtos e processos inovadores. "O desenvolvimento econômico, social e cultural do Brasil passa, fundamentalmente, pela produção e aplicação de novas tecnologias", avalia.

Alves revelou que outra meta do Pappe é incentivar as empresas a custear pesquisas em inovação. Segundo o diretor-presidente, no Brasil, 70% dos recursos investidos em pesquisas provêm de fontes governamentais, enquanto a iniciativa privada responde por apenas 30% dos incentivos às pesquisas.

O diretor-presidente afirmou ainda que o lançamento oficial do Pappe em Mato Grosso do Sul está programado para ocorrer até o final de abril.

O processo de seleção de propostas será desenvolvido em três fases. A primeira será de pré-qualificação, verificando-se a adequação do proponente, da empresa e do projeto de inovação. Na segunda, a proposta passará por um estudo de viabilidade técnica, econômica e comercial. Na terceira fase os pesquisadores irão apresentar um Plano de Negócios detalhado que explique a estratégia de comercialização e marketing do novo produto ou processo.

O valor máximo por projeto aprovado será de R$ 200 mil e o prazo para a execução das pesquisas é de dois anos. As propostas para a fase de pré-qualificação podem ser apresentadas à Fundect até o dia 31 de maio. O formulário para inscrição está disponível no link abaixo.





Outras notícias sobre:

Mais Temas