Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Plantão

Brasil sediará conferência mundial sobre governança da internet

Com informações da Agência Brasil - 09/10/2013


O Brasil vai sediar no ano que vem um encontro para discutir as mudanças necessárias para a governança da internet.

Após se encontrar com Fadi Chehadé, presidente da Corporação da Internet para Atribuição de Nomes e Números (ICANN, na sigla em inglês), a presidente Dilma Rousseff concordou em reunir líderes globais de diferentes setores interessados no tema.

De acordo com Chehadé, o mundo conta com a liderança brasileira nesta questão, depois que a presidente brasileira discursou na abertura da 68ª Assembleia Geral da ONU, ocorrida em setembro nos Estados Unidos.

"O mundo ouviu a presidente brasileira, que falou com profunda convicção, com muita coragem, e externou a frustração que muitas pessoas, em todo mundo, sentiam com o fato de que a confiança que temos com relação à internet havia sido quebrada," disse, revelando que o discurso de Dilma foi a motivação da sua proposta para o encontro.

Chehadé citou as denúncias de espionagem envolvendo a comunicação de autoridades e cidadãos brasileiros, dentre eles a própria presidente, a Petrobras e o Ministério de Minas e Energia.

Fadi Chehadé esteve antes com o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, a fim de pedir ajuda do Brasil para iniciar os debates sobre mudanças na governança da internet, e disse que as articulações devem começar este ano.

"Ele veio nos procurar, disse que conversou com dirigentes de vários países, como a Estônia, Coreia, Alemanha, e com a comissária europeia [da Agenda Digital], Neelie Kroes, e todos citaram o discurso da presidenta Dilma na Organização das Nações Unidas (ONU). Ele acha que tem que fazer essa mudança na governança e quer começar um debate, e quer que a gente ajude", disse o ministro.

Paulo Bernardo disse ter ficado admirado com a mudança no comportamento do ICANN, pois até agora o órgão não tinha se manifestado desta maneira sobre o assunto. "É uma notável mudança no comportamento do ICANN", disse.

A sugestão da presidente brasileira é que o evento ocorra em abril de 2014 no Rio de Janeiro.







Outras notícias sobre:
  • Segurança da Informação
  • Criptografia
  • Software e Programação
  • Software Livre

Mais tópicos