Plantão

Celulares de São Paulo terão nove dígitos

Celular com 9 dígitos

Os telefones celulares da área 11, de São Paulo, receberão o nono dígito a partir do dia 29 de julho.

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) afirma que o objetivo da mudança é ampliar a quantidade de números disponíveis, permitindo a ampliação da base de assinantes.

A mudança ocorrerá em todo o Brasil, mas, até agora, apenas a área 11 tem data marcada para receber o nono dígito, compreendendo 64 municípios, inclusive São Paulo.

O dígito 9 (nove) será acrescentado à esquerda dos atuais números, passando a ter o formato: 9XXXX-XXXX.

O nono dígito deverá ser acrescentado no momento da discagem por todos os usuários, de aparelhos fixos ou móveis que liguem para telefones móveis da área 11, independentemente do local de origem da chamada.

Assim, quem fizer um interurbano para um celular da área 11 a partir de 29 de julho terá que teclar 14 dígitos - 0 + Código da Operadora + 11 + 9XXXX-XXXX.

Capacidade de celulares

Segundo a Anatel, com a mudança a capacidade da área 11 aumentará para 90 milhões de números.

Atualmente, há cerca de 32,5 milhões de acessos móveis em serviço na área, cuja capacidade é de aproximadamente 44 milhões.

Não haverá alterações nos números dos telefones fixos. Apenas os usuários de celulares terão o dígito 9 adicionado em seus números. Os telefones fixos continuarão com 8 dígitos.

Os números que são usados como terminais de rádio também não irão mudar.

Orientações

Durante 90 dias, as ligações com 8 dígitos ainda serão completadas, para adaptação das redes e dos usuários.

Gradualmente haverá interceptações e o usuário receberá mensagens com orientações sobre a nova forma de discagem.

Após esse período, as chamadas com 8 dígitos não serão completadas.

Depois de 180 dias - após o dia 29 de julho - as chamadas feitas para números do DDD 11 usando números com 8 dígitos receberão a mensagem de número inexistente, sem qualquer orientação.





Outras notícias sobre:

    Mais Temas