Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Informática

Criptografia quântica portátil chega ao mercado

Redação do Site Inovação Tecnológica - 27/01/2012

Criptografia quântica portátil chega ao mercado
O transmissor miniaturizado comunica-se com uma autoridade confiável para gerar chaves criptográficas aleatórias para codificar e decodificar informações.
[Imagem: LANL]

Cartão Inteligente Quântico

A criptografia quântica está pronta para sair dos laboratórios.

Como produto, ela está nascendo portátil, na forma de um Cartão Inteligente Quântico, ou QKarD.

Por trás do QKarD estão 18 anos de pesquisas de cientistas de todo o mundo.

A finalização do trabalho coube a Jane Nordholt e seus colegas do Laboratório Nacional Los Álamos, nos Estados Unidos.

O QKarD incorpora uma nova forma de distribuição de chaves assimétricas, conhecida como criptografia quântica, ou distribuição quântica de chaves.

Com as chaves assimétricas, é possível implementar simultaneamente a assinatura digital.

Distribuição de chaves assimétricas

As chaves são os códigos usados para criptografar e descriptografar mensagens.

Os algoritmos criptográficos exigem que quem envia e quem recebe a mensagem tenha a mesma chave secreta para que ele possa fazer corretamente seus cálculos matemáticos de embaralhamento e desembaralhamento das informações.

A distribuição de chaves assimétricas comumente usada atualmente pela criptografia é baseada em problemas matemáticos complicados - além de ser impraticável implantá-la em dispositivos portáteis, sua segurança não é totalmente garantida.

Com o cartão inteligente quântico, as leis da física quântica e da teoria da informação garantem que essas chaves nunca poderão ser craqueadas, nem mesmo com os futuros avanços da computação.

Ligações seguras

O QKarD usa fótons polarizados para gerar e distribuir as chaves secretas, exigindo um poder computacional muito menor, o que permitiu sua miniaturização.

Com um dispositivo desse tamanho será possível, por exemplo, criar chamadas realmente seguras através de um smartphone.

Os pesquisadores afirmam que as aplicações potenciais da criptografia quântica portátil vão desde as transações bancárias e o acesso a instalações controladas, até o controle de direitos autorais digitais e as urnas eletrônicas.

O dispositivo, já devidamente patenteado, está agora em processo de licenciamento para empresas interessadas.






Outras notícias sobre:
  • Criptografia
  • Computação Quântica
  • Segurança da Informação
  • Software e Programação

Mais tópicos