Plantão

Evento discute descobertas e aplicações da dinâmica caótica

Evento do caos

"Uma borboleta batendo as asas no Rio de Janeiro pode provocar uma tempestade em Nova Iorque uma semana depois".

A conhecida frase do meteorologista Edward Lorenz, que passou para o jargão popular como efeito borboleta, ilustra o conceito da sensibilidade à variação das condições iniciais, que é a característica fundamental da dinâmica caótica.

São justamente as mais recentes descobertas e as aplicações da dinâmica caótica que serão discutidas em uma conferência que reúne especialistas de vários países no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe/MCT), em São José dos Campos (SP).

O Dynamics Days South America 2010, que vai até a próxima sexta-feira, aborda o caos, comportamento tão fundamental e comum na natureza que está presente nos mais diversos campos - da biologia à química, da astronomia e física à mecânica e eletrônica, e até da já chamada criptografia caótica.

O Dynamics Days foi criado em 1980, sendo a mais duradoura e respeitada série internacional de encontros regionais da área de Dinâmica (aplicações da teoria de Sistemas Dinâmicos), caos e fenômenos não lineares. É periodicamente realizada nas regiões da América do Norte, Europa e Ásia.

Ciência não linear

O caos é hoje explorado como base para o desenvolvimento de tecnologias sensíveis e do cotidiano, como são os casos dos CDs, DVDs e sistemas de comunicação.

Pesquisadores de 26 países discutirão os desdobramentos da teoria da dinâmica caótica e dos fenômenos não lineares, apresentando as últimas descobertas científicas e aplicações tecnológicas, para definir os desafios a serem considerados em trabalhos futuros de pesquisa e desenvolvimento.

"Esta iniciativa visa trazer o evento para a América do Sul. Caracteriza-se por ser uma conferência multi e interdisciplinar, que reúne pesquisadores, alunos e profissionais com formações básicas as mais diversas, incluindo engenheiros, físicos, químicos, biólogos e matemáticos, cujo interesse comum é a pesquisa interdisciplinar em ciência não linear e seus desdobramentos. Com este evento pretendemos criar um fórum que incentive, facilite e torne viável a realização de projetos conjuntos envolvendo pesquisadores de nossa região e voltados para problemas específicos da América do Sul", diz Elbert Macau, pesquisador do Inpe e membro do comitê internacional organizador da conferência.

Controle do caos

Nos cinco dias de encontro, cerca de 300 participantes estarão envolvidos em discussões, plenárias, seminários e divulgação de trabalhos. Os mais importantes pesquisadores da área estarão presentes, incluindo alguns pioneiros.

Entre eles o professor Edward Ott, que demonstrou ser possível o controle da dinâmica caótica mediante o uso de "pequenas perturbações".

Este trabalho sobre o controle de caos é considerado pela Associação Americana de Física como um dos 50 mais importantes e fundamentais da física do século passado e foi realizado em parceria com o pesquisador brasileiro Celso Grebogi e o americano James Yorke.

Outra presença de destaque é Louis Pecora, cujo trabalho em sincronização entre sistemas caóticos também é considerado pela mesma associação americana como um dos 50 mais importantes e fundamentais do último século.





Outras notícias sobre:

    Mais Temas