Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Espaço

ESA e NASA vão enviar robô para buscar rochas de Marte

Redação do Site Inovação Tecnológica - 13/07/2009

ESA e NASA vão enviar robô para buscar rochas de Marte
Imagem de Marte feita pelo Telescópio Espacial Hubble quando de sua maior aproximação da Terra em 60.000 anos, ocorrida em 2003.
[Imagem: NASA, J. Bell (Cornell U.) and M. Wolff (SSI)]

As agências espaciais europeia (ESA) e norte-americana (NASA) chegaram a um acordo para um programa conjunto de exploração de Marte que prevê uma missão para trazer rochas do Planeta Vermelho para serem estudadas na Terra em 2020.

Acordo MEJI

O acordo bilateral foi chamado de MEJI Mars Exploration Joint Initiative, Iniciativa Conjunta de Exploração de Marte, e irá permitir a criação de uma plataforma que possibilite às duas agências definir e implementar os seus próprios objetivos exploratórios, científicos e tecnológicos com relação a Marte.

As conversações entre a ESA e a NASA começaram em Dezembro de 2008, a partir da recomendação do Conselho Ministerial da ESA de procurar cooperação internacional para completar a missão ExoMars e preparar missões de exploração robótica de Marte (veja Exploração de Marte terá seus rumos traçados nesta semana).

Ao mesmo tempo, a NASA começou a reavaliar o seu programa de exploração de Marte depois do lançamento do Laboratório Científico de Marte ter sido adiado, de 2009 para 2011 (veja Novo robô marciano tem lançamento adiado para 2011).

Espaçonaves robotizadas

As duas agências então criaram um grupo de trabalho para avaliar as opções de cooperação e de expansão das suas capacidades coletivas, encarregado de avaliar todas as opções em profundidade e desenvolver as recomendações finais sobre o curso de ação futura.

O acordo agora assinado estabelece que o projeto MEJI deverá aproveitar todas as oportunidades de lançamento de espaçonaves robotizadas para Marte, que ocorrerão em 2016, 2018 e 2020.

As sondas deverão conter módulos, instrumentos e robôs capazes de conduzir pesquisas astrobiológicas (procura por vida), geológicas e geofísicas, incluindo um retorno de amostras previsto para a missão que deverá ser lançada em 2020.







Outras notícias sobre:
  • Marte
  • Exploração Espacial
  • Sondas Espaciais
  • Robôs Espaciais

Mais tópicos