Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Eletrônica

Maior câmera digital do mundo tira primeiras fotos

Redação do Site Inovação Tecnológica - 09/09/2020

Maior câmera digital do mundo tira suas primeiras fotos
É possível fotografar uma bola de golfe em resolução total a mais de 20km de distância.
[Imagem: Jacqueline Orrell/SLAC]

Maior câmera digital do mundo

A maior câmera do mundo tirou as primeiras fotos digitais com 3,2 gigapíxeis - as maiores já capturadas em uma única foto.

As imagens são tão grandes que seria necessário construir um painel com 378 telas de TV de 4k para exibir uma delas em tamanho real.

A resolução da imagem é tão alta que permite tirar uma foto de uma paisagem e depois ir dando um zoom até focalizar uma bola de golfe a cerca de 24 quilômetros de distância.

Essas e outras propriedades em breve viabilizarão um novo patamar para as pesquisas astrofísicas - o conjunto de sensores montado agora se tornará o coração e a alma da câmera do Observatório Vera C. Rubin, anteriormente conhecido como LSST (Large Synoptic Survey Telescope).

Tendo passado nos testes, o conjunto de sensores será a seguir integrado àquela que então se tornará a maior câmera digital do mundo, cuja estrutura ainda está em construção.

Quando for instalada no Observatório Rubin, no Chile, a câmera produzirá imagens panorâmicas de todo o céu austral, criando o maior filme astronômico de todos os tempos e, eventualmente, lançando luz sobre alguns dos maiores mistérios do Universo, incluindo a matéria escura e a energia escura.

Maior câmera digital do mundo tira suas primeiras fotos
Este é o chamado plano focal daquela que será a maior câmera digital do mundo.
[Imagem: Jacqueline Orrell/SLAC]

Plano focal

O teste permitiu verificar o plano focal do conjunto de sensores.

De certa forma, o plano focal é semelhante ao sensor de imagem da câmera digital de um celular: Ele captura a luz emitida ou refletida por um objeto e a converte em sinais elétricos, que são usados para produzir uma imagem digital .

Mas o plano focal da câmera LSST é muito mais sofisticado. Na verdade, ele contém 189 sensores, ou dispositivos de acoplamento de carga (CCDs), cada um capturando 16 megapíxeis - quase o mesmo número dos sensores de imagem da maioria das câmeras digitais modernas. Conjuntos de nove desses CCDs e seus componentes eletrônicos de apoio são montados em unidades quadradas, chamadas de "balsas científicas".

Neste caso, o plano focal tem algumas propriedades verdadeiramente extraordinárias. Ele não apenas contém impressionantes 3,2 bilhões de píxeis, mas seus píxeis também são muito pequenos - cerca de 10 micrômetros de largura - e o próprio plano focal é extremamente plano, variando em não mais do que um décimo da largura de um cabelo humano ao longo de sua superfície.

Maior câmera digital do mundo tira suas primeiras fotos
À esquerda, imagem captada de flores de brócolis por um orifício de 150 micrômetros - o padrão do brócolis, chamado romanesco, é ideal paa analisar detalhes.
[Imagem: Greg Stewart/Jacqueline Orrell/SLAC]

Enxergando o invisível

Com mais de 60 centímetros de largura, o plano focal também é enorme em comparação com o sensor de imagem de 1,4 polegada (3,5cm) de largura de uma câmera comum e grande o suficiente para capturar uma parte do céu do tamanho de cerca de 40 luas cheias.

Por fim, todo o telescópio foi projetado de forma que os sensores de imagem sejam capazes de detectar objetos 100 milhões de vezes mais escuros do que aqueles visíveis a olho nu - uma sensibilidade que permitiria ver uma vela acesa a milhares de quilômetros de distância.






Outras notícias sobre:
  • Telescópios
  • Sensores
  • Universo e Cosmologia
  • Equipamentos Eletrônicos

Mais tópicos