Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Eletrônica

Sensores capturam movimentos e trazem realidade virtual para videogames

Redação do Site Inovação Tecnológica - 12/12/2007


Você já deve ter visto o "making-of" de um filme que utiliza realidade virtual: o ator veste uma roupa especial, cheia de LEDs ou pontos reflexivos. Ele entra em uma sala especial, recheada de aparatos eletrônicos e começa a desempenhar seu papel. Utilizando os LEDs como sensores, os computadores conseguem gravar os movimentos e posição exata do ator. Isso é essencial para sua inserção no ambiente virtual do filme.

Realidade virtual para videogames

Este sistema é muito eficiente, mas possui dois grandes inconvenientes: ele exige um ambiente especial para funcionar - a sala cheia de aparatos eletrônicos - e é muito caro. Caro demais, por exemplo, para jogadores de videogames.

Um sistema de detecção de movimentos como esse irá permitir que o corpo inteiro do jogador seja digitalizado no interior do jogo. Nada de comandar seu personagem pelo joystick - o personagem terá exatamente os seus movimentos.

Sensores mais baratos

Para contornar a questão do custo, um grupo de engenheiros suíços desenvolveu uma alternativa baseada em sensores comuns, que podem ser comprados no comércio. O sistema ainda não é exatamente barato - o protótipo custou cerca de US$3.000,00 - mas mostra que é possível chegar a custo razoável, na faixa de poucas centenas de dólares, caso ele chegue a ser produzido em escala industrial.

O novo sistema é portátil, não depende de outros equipamentos, a não ser um notebook carregado dentro da mochila, e funciona até mesmo dentro do carro.

Detecção de movimentos

Para não depender de um ambiente especial, os cientistas utilizaram um tipo de sensor triplo - ele possui um acelerômetro e um giroscópio, para detectar os movimentos da pessoa, e um emissor ultrassônico. Minúsculos microfones instalados no tórax captam as emissões ultrassônicas, calculando a posição exata dos pés, pernas, braços e cabeça.

Na mochila vai o notebook responsável pela captura e processamento dos dados coletados pelos sensores, além das baterias para que todo o equipamento funcione. Cada sensor mede 2,5 centímetros mas, segundo os pesquisadores, eles poderão ser miniaturizados em um sistema definitivo.






Outras notícias sobre:
  • Realidade Virtual
  • Imagens 3-D
  • Sensores
  • Simuladores

Mais tópicos