Plantão

Telebras e Embraer formam nova empresa espacial

Visões

A Telebras e a Embraer assinaram hoje acordo de acionistas para constituição da Visiona Tecnologia Espacial S.A.

A Visiona terá como objetivo inicial atuar no programa do Satélite Geoestacionário Brasileiro que visa atender às necessidades de comunicação do Governo Federal, incluindo o Programa Nacional de Banda Larga e um amplo espectro de transmissões estratégicas de defesa.

A Embraer será acionista majoritária do projeto, com 51% do capital social e 49% serão da Telebras. A empresa terá sede no Parque Tecnológico de São José dos Campos (SP).

A Visiona também assumirá o papel de líder do Centro de Desenvolvimento de Tecnologias Espaciais, atuando em parceria com universidades e institutos de pesquisa de forma a acelerar a capacitação do setor espacial brasileiro.

A empresa poderá atuar no Brasil e no exterior, nas atividades de pesquisa, desenvolvimento, fabricação, manutenção, suporte logístico, operação e comercialização de satélites, estações terrestres e outros equipamentos e sistemas aeroespaciais.

Satélite Geoestacionário Brasileiro

O satélite geoestacionário brasileiro deverá atender às necessidades de comunicação via satélite do governo federal, incluindo o Programa Nacional de Banda Larga, além de transmissões estratégicas de defesa.

O projeto de construção do satélite tem custo estimado em R$ 716 milhões, e a expectativa do governo é colocar o satélite em órbita em 2014.

O satélite ficará em órbita geossíncrona, a 35,7 mil quilômetros de altitude sobre a Linha do Equador. Deslocando-se na mesma velocidade da Terra, será como como ele estivesse estacionado em um ponto de órbita.





Outras notícias sobre:

    Mais Temas