Eletrônica

Circuitos eletrônicos invisíveis

A descoberta de um material isolante transparente que se torna condutor quando exposto à luz ultravioleta poderá revolucionar a tecnologia de circuitos invisíveis, um campo de pesquisas emergente mas promissor. Katsuro Hayashi, da Japan Science and Technology Corporation disse que os circuitos eletrônicos impressos em filmes feitos do novo material poderão ser utilizados em uma vasta gama de dispositivos, incluindo telas de computadores, relógios e telefones celulares. O trabalho foi publicado na revista (Nature 2002 Nature 419 462).

Condutores elétricos transparentes terão um importantíssimo papel em muitos campos da optoeletrônica. Circuitos feitos desses condutores poderão controlar telas de cristal líquido em dispositivos óticos sem a necessidade de chips convencionais aparentes. Entretanto, as substâncias transparentes geralmente são isolantes.

Agora circuitos invisíveis estão um pouco mais próximos graças ao material desenvolvido pela equipe do professor Hayashi. Baseado em óxido de cálcio e em óxido de alumínio, sua estrutura cristalina consiste em "gaiolas" que possuem carga positiva. Quando os pesquisadores aqueceram estes cristais em hidrogênio, eles descobriram que íons ficaram presos nas "gaiolas". Os cristais continuam transparentes após o esfriamento e testes elétricos mostraram que eles continuam sendo isolantes.

Mas quando os pesquisadores fizeram incidir luz ultravioleta sobre a substância, sua condutividade elétrica subiu por um fator de 109, permanecendo neste nível mesmo após a luz ter sido desligada. Este efeito permitirá a criação dos circuitos invisíveis. A incidência de luz ultravioleta sobre o material através de máscaras permitirá que fios e eletrodos sejam criados enquanto que a parte sem exposição à luz continua isolante.





Outras notícias sobre:

Mais Temas