Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Plantão

Divulgados vencedores do Prêmio Ig-Nobel 2.003

Redação do Site Inovação Tecnológica - 07/10/2003

Divulgados vencedores do Prêmio Ig-Nobel 2.003

No último dia 02 de Outubro foi feita a entrega dos Prêmios Ig-Nobel. Entregue anualmente desde 1.991, cuidadosamente coincidindo com o início da entrega dos autênticos Prêmios Nobel, o Ig-Nobel premia as pesquisas mais curiosas e, por que não dizer, absurdas.

Os feitos que levam à premiação são tão hilários que a pergunta que vem à mente de qualquer um que tenha contato pela primeira vez com o "Nobel do Ridículo" é: "Mas esses cientistas são de verdade e fizeram isso mesmo?"

A resposta é um retumbante "Sim!". À exceção do ano de estréia do Ig-Nobel, que premiou pesquisas apócrifas, todos os anos subseqüentes deram as honras a pesquisadores de verdade, de universidades e institutos de pesquisa renomados, que efetuaram seus trabalhos e os publicaram.

Imagina que isto poderia ser motivo de vergonha ou ridículo? Os ganhadores não pensam assim: nove dos dez ganhadores viajaram para a cerimônia de entrega, às suas próprias expensas. A cerimônia, de gala, foi realizada na Universidade Harvard, recebeu cobertura de toda a imprensa norte-americana e foi transmitida ao vivo pela Internet. Está tudo à disposição no site do Ig-Nobel.

Uma máxima da sabedoria é que uma pessoa deve aprender a rir de si mesma. Isto demonstra abertura da mente, ausência de preconceito e disposição para mudar. Tomando por esse enfoque, não deixa de ser salutar que a Ciência tenha aprendido a rir de si mesma. Sempre tão séria, cética ao extremo, a Ciência triunfou graças à capacidade de seus métodos de pesquisa: idéias-testes-prova-repetição é um ciclo que não admite dúvidas e cujo fim último é a descrição da verdade. Ainda que a descrição de uma verdade fugidia, mutável, sempre pronta a pregar peças naqueles que perdem a humildade e passam a se considerar os construtores dessas verdades.

Robert Oppenheimer, reconhecido como o criador da bomba atômica, expressou sua humildade tardia, eivada de um arrependimento mal disfarçado: "Nada há de mais perigoso no mundo do que um cientista alienado."

O Prêmio Ig-Nobel lembra à Ciência que ela ainda possui em seus quadros muitos obreiros do saber desconectados da realidade e contribuindo muito pouco para o bem-estar da humanidade. Que valha o puxão de orelha.

Mas, enquanto não cai a ficha desses honoráveis pesquisadores, vale a pena aprender a rir de nós mesmos e dar umas boas gargalhadas:

ENGENHARIA
John Paul Stapp, Edward A. Murphy, Jr., e George Nichols (todos falecidos). País: Estados Unidos
Por terem criado, em 1.949, a Lei de Murphy, o princípio básico de engenharia segundo o qual "Se houver duas ou mais maneiras para se fazer algo, e uma dessas maneiras puder resultar em uma catástrofe, alguém irá adotá-la." Em outras palavras, "Se alguma coisa puder dar errado, então ela dará."
Fonte: "The Fastest Man on Earth," Nick T. Spark, Annals of Improbable Research, vol. 9, no. 5, Sept/Oct 2003.

FÍSICA
Jack Harvey, John Culvenor, Warren Payne, Steve Cowley, Michael Lawrance, David Stuart, and Robyn Williams País: Austrália
Pelo artigo "Uma Análise das Forças Necessárias para se Arrastar Ovelhas sobre Várias Superfícies."
Fonte: Applied Ergonomics, vol. 33, no. 6, November 2002, pp. 523-31.

PESQUISA INTERDISCIPLINAR
Stefano Ghirlanda, Liselotte Jansson e Magnus Enquist País: Suécia
Universidade de Estocolmo
Pelo artigo "Frangos Preferem Humanos mais Bonitos."
Fonte: "Chickens Prefer Beautiful Humans.88" [PUBLISHED IN: Human Nature, vol. 13, no. 3, 2002, pp. 383-9.]

MEDICINA
Eleanor Maguire, David Gadian, Ingrid Johnsrude, Catriona Good, John Ashburner, Richard Frackowiak e Christopher Frith País: Inglaterra
Por terem apresentado evidências de que os cérebros dos motoristas de táxi de Londres são mais desenvolvidos do que os cérebros dos demais cidadãos daquela cidade.
Fonte: "Navigation-Related Structural Change In the Hippocampi of Taxi Drivers," Proceedings of the National Academy of Sciences, vol. 97, no. 8, April 11, 2000, pp. 4398-403.

PSICOLOGIA
Gian Vittorio Caprara e Claudio Barbaranelli País: Itália
Universidade de Roma
Philip Zimbardo País: Estados Unidos
Pelo trabalho "Personalidades Únicas dos Políticos".
Fonte: "Politicians' Uniquely Simple Personalities." [PUBLISHED IN: Nature, vol. 385, February 1997, p. 493.

QUÍMICA
Yukio Hirose País: Japão
Universidade Kanazawa
Pela investigação Química de uma estátua de bronze, na cidade de Kanazawa, que não atrai pombos.

LITERATURA
John Trinkaus País: Estados Unidos
Escola de Negócios Zicklin
Pela meticulosa coleção de dados e publicações de mais de 80 relatórios acadêmicos detalhados sobre aborrecimentos e anomalias da vida cotidiana, entre os quais:

  • Qual porcentagem de jovens utilizam bonés de beisebol com a aba virada para trás e não para frente
  • Qual porcentagem de pedestres trajam sapatos esporte de cor branca
  • Qual porcentagem de nadadores nada na parte mais rasa de uma piscina
  • Qual a porcentagem de motoristas que quase, mas não completamente, param em uma específica placa de Pare
  • Qual a porcentagem de compradores excedem o número de ítens permitidos em caixas-rápido de supermercados
Fonte "Trinkaus -- An Informal Look," Annals of Improbable Research, vol. 9, no. 3, May/Jun 2003.

ECONOMIA
Karl Schwärzler País: Liechtenstein
Por ter tornado possível alugar um país inteiro para convenções de empresas, casamentos e outras festas.
Fonte: www.xnet.li

PAZ
Lal Bihari País: Índia
Por um feito triplo: Primeiro, por levar uma vida ativa mesmo após ter sido declarado morto; segundo, por travar uma vívida campanha póstuma contra a inércia da burocracia e os parentes mesquinhos; e terceiro, por criar a Associação das Pessoas Mortas.
Obs.: O produtor de cinema Satish Kaushik fará um filme sobre a vida (e a morte e vida) de Lal Bihari.

BIOLOGIA
C.W. Moeliker País: Holanda
Museu Natural de Rotterdam
Por ter documentado o primeiro caso cientificamente registrado de necrofilia homossexual nos patos mallard (pato real).
Fonte:"The First Case of Homosexual Necrophilia in the Mallard Anas platyrhynchos (Aves: Anatidae)" C.W. Moeliker, Deinsea, vol. 8, 2001, pp. 243-7.
Obs.: Fotos disponíveis em http://www.nmr.nl/deins815.htm

Para saber mais, visite o site do Prêmio Ig-Nobel no endereço http://www.improbable.com/ig/ig-top.html.

Mas se você estiver mais interessado no Prêmio Nobel, o site é o http://www.nobel.se.







Outras notícias sobre:
  • Eventos Científicos
  • Políticas de Ciência e Tecnologia
  • Eletrônica Orgânica
  • Inteligência Artificial

Mais tópicos