Plantão

Inscrições para projetos em Tecnologia da Habitação

Estão abertas até o dia 24 de setembro as inscrições para novos projetos no Programa de Tecnologia de Habitação (Habitare). A nova Chamada Pública vai apoiar pesquisas nas áreas de tecnologias de recuperação e adequação de edificações, tecnologias para a construção habitacional mais sustentável e tecnologias inovadoras para a construção habitacional. O resultado será divulgado no dia 29 de outubro. Com a nova seleção, o Ministério da Ciência e Tecnologia, por intermédio da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), vai investir recursos no valor de R$ 3,4 milhões na área de tecnologia pra habitação.

O financiamento conta com recursos do Fundo Verde-Amarelo, Fundo Nacional do Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT) e da Caixa Econômica Federal. De acordo com a Chamada Pública, 30% dos recursos deverão ser aplicados nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. A proposta deverá ser enviada à FINEP através da Internet, por meio do Formulário de Apresentação de Propostas (FAP), disponível no site http://www.finep.gov.br.

O objetivo geral do Programa de Tecnologia de Habitação (Habitare) é apoiar o desenvolvimento científico e tecnológico no campo da Tecnologia do Ambiente Construído, contribuindo para a solução do déficit habitacional do País e a modernização do setor da construção civil. Desde 1994 o programa vem estimulando a parceria entre universidades, instituições de pesquisa e empresas. A nova chamada para apoio financeiro a projetos de cooperação tecnológica entre Empresas e Instituições Científicas e Tecnológicas vai garantir recursos para continuidade do programa que busca melhoria da qualidade, aumento da produtividade e redução de custos na produção e recuperação de moradias, especialmente destinadas aos segmentos de baixa renda.

Empresas que trabalham com novos produtos e tecnologias na área do ambiente construído são clientes potenciais da nova Chamada Pública. A seleção vai priorizar projetos de Cooperação Tecnológica executados em conjunto por universidades, instituições de pesquisa e empresas. As empresas interessadas em participar da concorrência devem procurar universidades ou grupos de pesquisa próximos, buscando parcerias para execução do projeto.


Fonte: Programa Habitare





Outras notícias sobre:

    Mais Temas