Robótica

Sony lança seu robô humanóide, o QRIO

Sony lança seu robô humanóide

Embora a população em geral, e os jovens em particular, sempre pensem nos robôs em termos de autômatos que venham a desempenhar tarefas rotineiras, pensamento esse induzido e alimentado pelos famosos robôs dos filmes de ficção científica, na prática, por décadas, a robótica limitou-se ao campo dos "braços mecânicos" industriais.

Mas, com o avanço da microeletrônica, dos sensores e dos programas de inteligência artificial, os robôs humanóides, como imaginados por toda uma geração que acompanhou o R2D2 e o C3PO, na saga Guerra nas Estrelas, têm se tornado mais próximos da realidade.

Agora foi a vez da Sony lançar sua versão de "robô de companhia". Ainda um brinquedo, mas dotado de capacidades que o tornam um brinquedo extremamente interessante. O QRIO, como o Asimo da Honda, têm aspecto humanóide e é capaz de andar sobre duas pernas. Mas o QRIO avança bastante sobre seu concorrente. Ele não apenas é capaz de andar, subir e descer escadas e aprender a traçar seu próprio caminho no interior de uma residência ou escritório. Ele pode também correr e até saltar, além de dançar e fazer movimentos complexos de lutas marciais.

Caso, por algum motivo, ele perca o equilíbrio, ele tem "reflexos" parecidos com os humanos, tentando se proteger com braços e pernas, para que uma queda inevitável "machuque" o menos possível. E, claro, é capaz de se levantar, levando em conta os objetos que estejam à sua volta. Parece algo simples? Pois esse comportamento tão natural em um bebê começando a dar seus primeiros passos envolve um progresso na inteligência artificial e nos algoritmos de computação nada desprezíveis.

Como seu outro companheiro, o Papero, o QRIO também é capaz de reconhecer as pessoas da casa e falar com elas, entabulando conversas com bom grau de complexidade.

Para se conseguir o controle de movimento estável para tornar possível o andar de um robô humanóide, um dos pés deve estar sempre em contato com o piso. Esse controle é baseado na teoria chamada ZMP ("Zero Moment Point": Ponto de Momento Zero). O QRIO incorpora essa tecnologia através do que a Sony batizou de ISA ("Intelligent Servo Actuator": servo-atuador inteligente), uma nova unidade de hardware responsável por todo o movimento e estabilidade do robô.





Outras notícias sobre:

    Mais Temas