Meio ambiente

Geoengenharia seria irracional e irresponsável

Sombreamento da Terra

Enfrentar o aquecimento global fazendo um sombreamento da Terra - diminuindo a luz do Sol que chega ao planeta - poderia ser rápido e barato, mas também "irracional e irresponsável".

Esta é a conclusão de um relatório sobre geoengenharia que acaba de ser divulgado pela entidade Academias Nacionais dos EUA, que congrega as academias de ciências, engenharias e medicina, além do Conselho Nacional de Pesquisas do país.

Em teoria, tornar a Terra mais reflexiva para os raios do Sol - modificando o chamado albedo - é algo que poderia ser feito de forma relativamente fácil com a tecnologia existente, diz o relatório.

Em 1991, as emissões de apenas 20 milhões de toneladas de dióxido de enxofre produzidos pela erupção do vulcão Pinatubo, nas Filipinas, reduziu as temperaturas globais em 0,3° C por três anos. Um projeto similar feito pelo homem para conter o aquecimento seria "pelo menos uma ordem de magnitude menor do que o custo de descarbonizar a economia do mundo," dizem os especialistas.

Consequências catastróficas

Mas levar espelhos para o espaço ou liberar dióxido de enxofre na estratosfera teria "consequências imprevisíveis, incontroláveis e lamentáveis" sobre o clima global, acrescenta o relatório.

Outros impactos das emissões de carbono, como a acidificação dos oceanos, por exemplo, continuariam ocorrendo do mesmo modo.

Mas isto não seria o maior problema: o problema maior é que, diz o relatório, se as técnicas de geoengenharia forem usadas e depois interrompidas, as temperaturas subiriam rapidamente, com consequências catastróficas muito maiores do que as previstas até agora pelos ambientalistas para o aquecimento global.

"Ideias para diminuir a quantidade de energia absorvida do Sol não devem ser consideradas para implementação," resumiu o Dr. Ralph Cicerone, presidente da Academia Nacional de Ciências.

A conclusão do relatório é similar à apresentada em um estudo britânico divulgado há poucos meses, que também concluiu que a geoengenharia não é a solução para as mudanças climáticas.

Bibliografia:

Climate Intervention: Carbon Dioxide Removal and Reliable Sequestration (2015)
NAS Committee on Geoengineering Climate
http://www.nap.edu/catalog/18805/climate-intervention-carbon-dioxide-removal-and-reliable-sequestration




Outras notícias sobre:

    Mais Temas