Informática

Mecanismo de busca baseado em blockchain promete desbancar Google

Mecanismo de busca baseado em <i>blockchain</i> promete desbancar Google
A promessa é de uma internet mais rápida, mais segura, com maior privacidade e com menos propaganda. [Imagem: Universidade de Cambridge-UK]

Buscador em blockchain

Será que algum mecanismo de busca emergente conseguirá desbancar - ou, ao menos, arranhar - o poderoso Google e seu buscador quase universal, assim como o próprio Google um dia desbancou o Yahoo, Alta Vista e tantos outros?

Um grupo de pesquisadores - e agora já empresários - europeus acredita que sim. Eles acabam de terminar os trabalhos do projeto Pursuit (Publish Subscribe Internet Technology), que foi financiado pela própria União Europeia.

O resultado é um novo mecanismo de busca "mais social", batizado de Stealth Arzoo.

Baseado na tecnologia de registro distribuído (blockchain), a mesma usada pelas criptomoedas, o novo mecanismo de pesquisa na internet "mudará radicalmente a maneira como as informações são compartilhadas on-line, eliminando a necessidade de se conectar aos servidores," afirmam seus criadores.

Sim, é mais ou menos como se você usasse o Google sem precisar se conectar ao Google.

Parece estranho, mas imagine assistir um vídeo ou seu programa de TV favorito on-line e poder fazer isso mesmo se o servidor onde está armazenando o conteúdo estiver inativo. Ou imagine pesquisar informações na internet e não estar sujeito a anúncios com base em suas pesquisas anteriores ou em seu histórico de navegação.

Ponto-a-ponto sem limites

Os resultados das pesquisas fornecidos pelo Aarzoo serão "fiéis à consulta, completamente imperturbáveis e incorruptíveis por dados promovidos ou patrocinados," garante Vinod Sujan, que desenvolveu o Arzoo com colegas de várias universidades europeias.

Para tornar isso possível, o mecanismo de pesquisa não colocará entre seus resultados anúncios pagos para gerar vendas online, direcionar tráfego para sites de clientes ou gerar seguidores.

A não dependência do acesso direto aos servidores onde estão armazenados os dados originais - imagine a base de dados do Google, que a empresa usa para lhe fornecer os resultados de sua busca - será possível porque computadores individuais poderão copiar e republicar o conteúdo.

Ao descentralizar as pesquisas, a abordagem da cadeia de blocos (blockchain) garantirá, segundo Sujan, "resultados de pesquisa imparciais que serão mais seguros e garantirão privacidade".

"Trata-se essencialmente de aumentar a escala do modelo ponto-a-ponto, usado por aplicativos de compartilhamento de arquivos, em vários níveis, até um nível complexo e sem precedentes da amplitude da internet. A tecnologia Stealth Arzoo se concentra na construção de uma infraestrutura de busca robusta que potencialmente torna a internet mais rápida, mais eficiente e mais capaz de lidar com os níveis rapidamente crescentes de demanda global dos usuários," explicou Sujan.

A promessa é de que o novo mecanismo de busca seja lançado neste início de 2019.





Outras notícias sobre:

    Mais Temas