Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Eletrônica

Depois das TVs CRT, Plasma e LCD, vêm aí as TVs FED, com nanotubos de carbono

Redação do Site Inovação Tecnológica - 23/11/2007

CRT, Plasma e LCD - agora vêm aí as TVs FED

Há alguns anos atrás, as TVs de plasma saíram na frente. Mas a tecnologia dos LCD avançou mais rápido e hoje a maioria dos televisores de última geração à venda no mercado conta com a tecnologia do cristal líquido.

TVs de emissão de campo

Só que os engenheiros já têm soluções mais avançadas em seus laboratórios. São as chamadas TVs de emissão de campo, ou FED, na sigla em inglês ("Field Emission Display"). As TVs FED reúnem o melhor de cada uma das outras tecnologias, incluindo as velhas TVs de tubos catódicos (CRT), as TVs de plasma e as TVs LCD.

Só há um pequeno problema: elas ainda são caras demais para se fabricar e não conseguiriam competir com as outras tecnologias. Agora os cientistas acreditam ter encontrado uma solução que poderá baratear o custo das TVs FED e permitir que elas cheguem ao mercado.

TV com nanotubos de carbono

A solução, segundo eles, está nos nanotubos de carbono, minúsculos canos cujas paredes têm apenas um átomo de carbono de espessura. Da mesma forma que o silício é a grande estrela da era da informática, os cientistas acreditam que os nanotubos de carbono serão os responsáveis por um grande avanço tecnológico que poderá representar um salto evolutivo em todos os equipamentos que utilizamos hoje.

Uma equipe de cientistas de várias universidades européias acaba de publicar um artigo no qual eles cracterizam as propriedades condutoras e de emissão de campo de nanotubos de carbono de paredes simples (apenas um átomo de carbono de espessura) e de paredes múltiplas (nanotubos cujas paredes têm vários átomos de espessura).

Moléculas do fulereno

Os pesquisadores descobriram que a condutividade e a emissão de campo variam de acordo com a estrutura dos nanotubos. A estrutura das camadas externas e o fato de os nanotubos conterem ou não moléculas do fulereno C60 em seu interior são os fatores-chave na determinação de suas propriedades.

A técnica apresentada no trabalho poderá ser aplicada para que se faça uma seleção local de nanotubos com as propriedades desejadas, de acordo com as aplicações específicas a que eles se destinam. Selecionar os nanotubos com as melhores propriedades poderá ser a ferramenta que faltava para que se consiga viabilizar a produção das TVs FED.

Bibliografia:

Artigo: Selection of Application Specific Single and Multi Walled Carbon Nanotubes
Autores: Jana Andzane, Joseph M. Tobin, Zhonglai Li, Juris Prikulis, Mark Baxendale, HÃ¥kan Olin, Justin D. Holmes, Donats Erts
Data: 16 November 2007
DOI: 10.2240/azojono0123
Link: http://www.azonano.com/Details.asp?ArticleID=2038






Outras notícias sobre:
  • Telas e Monitores
  • Nanotubos
  • Imagens 3-D
  • Equipamentos Eletrônicos

Mais tópicos