Plantão

SBPC - Exposição mostra ciência e tecnologia ao público

SBPC - Exposição mostra ciência e tecnologia ao público
As tecnologias espaciais estão entre as principais atrações da Feira ExpoT&C, uma mostra de ciência, tecnologia e inovação que faz parte das atividades da 63ª Reunião Anual da SBPC. [Imagem: AEB]

Feira ExpoT&C

Réplicas de fetos geradas em impressoras 3D, maquetes de satélites e seus foguetes lançadores, simuladores de ondas do mar, uma máquina para tirar espinho de cactos, experimentos que mostram como funciona a levitação magnética e a geração de eletricidade a partir do Sol e até jogos esportivos, como minigolfe e escalada em paredão.

Essas são algumas das atrações da 19ª edição da Feira ExpoT&C, uma mostra de ciência, tecnologia e inovação (C,T&I) que faz parte das atividades da 63ª Reunião Anual da SBPC, que começou neste domingo e vai até 15 de julho, na Universidade Federal de Goiás (UFG), em Goiânia.

A exposição foi aberta nesta segunda-feira, dia 11, e funcionará até sexta-feira, dia 15, das 10h às 19h.

Serão mais de 100 expositores, entre instituições de pesquisas e universidades, órgãos governamentais e empresas, com estandes instalados em tendas climatizadas e conexão wireless (acesso à internet sem fio), numa área total de 6.000 metros quadrados. Eles irão apresentar novas tecnologias, produtos e serviços.

Réplicas de fetos em 3D

O Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) conta com um pavilhão exclusivo, onde estão os estandes de mais de 30 de suas instituições e agências, como a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), a Agência Espacial Brasileira (AEB), o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), os institutos nacionais de Pesquisa Espaciais (Inpe) e da Amazônia (Inpa) e o Instituto Nacional de Tecnologia (INT).

No espaço do INT serão apresentadas as réplicas de fetos geradas em impressoras 3D. É um exemplo de uma nova tecnologia que torna possível materializar imagens de exames sofisticados, como ressonância magnética, ultrassonografia e tomografia computadorizada.

Ela vem auxiliando o estudo de má-formação dos fetos e permitindo a mães e pais (em especial deficientes visuais) não só verem como também tocarem modelos de tamanho real dos seus bebês que ainda nem nasceram.

As réplicas precisas são desenvolvidas em pesquisa inédita do Laboratório de Modelos Tridimensionais do INT, em parceria com a Clínica de Diagnóstico por Imagem (CDPI), do Rio de Janeiro.

Aplicações do magnetismo

O estande do Centro Brasileiro de Pesquisa Física (CBPF) é outra atração que promete chamar a atenção dos visitantes, com várias aplicações práticas do magnetismo.

Haverá diferentes experimentos interativos com o objetivo de mostrar aplicações tecnológicas utilizando princípios do eletromagnetismo. Entre eles, um carro com painel solar, que ilustra a geração de corrente elétrica a partir da energia do Sol.

Também estarão expostos um lançador de projéteis e um freio magnético, que funcionam por indução eletromagnética.

Há também uma ilustração da levitação magnética, mesmo princípio utilizado em trens de alta velocidade, sem contato com os trilhos. Com a ajuda de um monitor, o público poderá "brincar" com esses experimentos, além de ter contato com os princípios e aplicações de cada um.

Programa Espacial Brasileiro

Os visitantes da ExpoT&C também poderão conhecer o Programa Espacial Brasileiro, que pela primeira vez terá um estande próprio na reunião da SBPC.

O espaço de 100 metros quadrados abriga instituições e empresas ligadas ao Programa, como a AEB, o Inpe, o Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), o Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), o Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), o Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI) e a empresa binacional Alcântara Cyclone Space (ACS), parceria entre Brasil e Ucrânia.

Entre as atrações do estande estão maquetes do Veículo de Sondagem Brasileiro (VSB-30), do Veículo Lançador de Satélites (VLS), da Plataforma Multimissão (PMM), do Satélite Sino-Brasileiro de Recursos Terrestres (Cbers) e do foguete ucraniano Cyclone-4.

O público também poderá ver a Plataforma de Coleta de Dados (PCD), a coifa do satélite científico Sara e parte da carga útil que foi levada no voo do VSB-30 na Operação Maracati II, de 2010.

Estão sendo exibidas ainda tecnologias desenvolvidas Programa Espacial Brasileiro que estão sendo usadas em outros setores ou atividades.

Espaço da ciência e tecnologia

Com tantas atrações, a expectativa da diretora da ExpoT&C, Simone Santana Franco, é de que 5 mil pessoas por dia visitem os estandes.

"É uma oportunidade única para a comunidade ver gratuitamente as 100 maiores instituições de pesquisa do País reunidas num mesmo espaço", diz Simone, que é assessora de eventos do Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC). "É muito raro ter essa possibilidade. Por isso, esperamos que a população de Goiânia aproveite."





Outras notícias sobre:

    Mais Temas