Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Nanotecnologia

Especial Microscópios: Microscópio háptico permite tocar amostras

Redação do Site Inovação Tecnológica - 07/01/2014

Especial Microscópios: Microscópio háptico permite tocar amostras
"As pinças ópticas táteis vão se tornar uma ferramenta valiosa para a micromanipulação de amostras biológicas e a montagem de peças em escalas micro e nano."
[Imagem: Cécile Pacoret/Stéphane Régnier]

Microscópio que permite ver e tocar

Muitas vezes, ver não é o bastante - é preciso tocar.

Para sentir inteiramente o mundo da nanotecnologia, pesquisadores criaram agora um microscópio háptico, que permite ver, tocar e sentir as estruturas microscópicas.

Para isso eles idealizaram uma nova técnica de manipulação chamada "pinças ópticas táteis".

As pinças ópticas já são bem conhecidas, sendo usadas para mover a matéria com luz, levitar partículas e até para construir raios tratores.

No microscópio tátil elas são usadas para exercer forças na escala de piconewtons, que são amplificadas e retornadas para a mão do usuário.

"Os resultados iniciais obtidos são promissores e mostram que as pinças ópticas têm um potencial significativo para a exploração tátil do micromundo," disse Cécile Pacoret, da Universidade Pierre e Marie Curie, na França.

Com a tecnologia da manipulação óptica já bem desenvolvida, o grande desafio no desenvolvimento do microscópio com feedback de força foi detectar e ampliar as forças o suficiente para que os operadores humanos percebessem interações que nunca experimentaram antes, como fenômenos de adesão, uma inércia extremamente baixa e a dinâmica de alta frequência dos objetos muito pequenos, como o movimento browniano.

Especial Microscópios

Microscópio de nêutrons

Microscópio háptico permite tocar amostras

3D óptico sem mexer no microscópio

LEDs ampliam resolução de microscópio óptico

Nanoquimioscópio 3D

Agora que conseguiram, os pesquisadores planejam utilizar esse novo microscópio háptico como um instrumento de contato que permitirá a exploração, o diagnóstico e a montagem de nanoestruturas, que podem incluir desde sensores e microssistemas (MEMS e NEMS), até elementos biomédicos, como células, bactérias, vírus e proteínas.

"As pinças ópticas táteis vão se tornar uma ferramenta valiosa para a micromanipulação de amostras biológicas e a montagem de peças em escalas micro e nano," prevê Pacoret.

Bibliografia:

Artigo: A review of haptic optical tweezers for an interactive microworld exploration
Autores: Cécile Pacoret, Stéphane Régnier
Revista: Review of Scientific Instruments
Vol.: 84, 081301
DOI: 10.1063/1.4818912






Outras notícias sobre:
  • Microscópios
  • Fotônica
  • Biomecatrônica
  • Micro e Nano Robôs

Mais tópicos