Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Nanotecnologia

Especial Microscópios: Nanoquimioscópio 3D

Redação do Site Inovação Tecnológica - 10/01/2014

Especial Microscópios: Nanoquimioscópio 3D
Nesta imagem do que parece ser um pinguim, o Nanoquimioscópio 3D não apenas captura a forma física do material, como também detecta quais polímeros estão localizados em seu "bico", em seu "olho" e em torno dele - o pinguim é na verdade uma célula solar orgânica.
[Imagem: Empa]

Estrutura e composição

Uma enorme equipe europeia, sediada no Laboratório Federal Suíço de Ciência e Tecnologia dos Materiais (EMPA) queria bem mais do que ver a estrutura física de suas amostras - eles queriam ver sua composição química.

O resultado é o Nanoquimioscópio 3D, um microscópio mesclado com analisador químico capaz de enxergar no interior das amostras.

O Nanoquimioscópio 3D não apenas mapeia as amostras com precisão nanométrica, mas pela primeira vez fornece simultaneamente informações precisas sobre quais elementos químicos compõem o material.

Isto permite determinar simultaneamente, em três dimensões, as propriedades mecânicas - tais como dureza, elasticidade e fricção - e as propriedades químicas do material.

O Nanoquimioscópio 3D é na verdade um equipamento híbrido, que combina duas técnicas que já vêm funcionando há algum tempo de forma independente - um microscópio de varredura (SFM), que mapeia a superfície usando uma ponta ultrafina, e um espectrômetro de massa de íons secundários em tempo real (TOF-SIMS), que determina a composição da primeira monocamada da superfície da amostra disparando íons metálicos sobre ela.

Especial Microscópios

Microscópio de nêutrons

Microscópio háptico permite tocar amostras

3D óptico sem mexer no microscópio

LEDs ampliam resolução de microscópio óptico

Nanoquimioscópio 3D

Para ter direito a usar a sigla "3D", a equipe dotou o aparelho com um sistema de deslocamento e posicionamento que usa motores piezoelétricos para mover a amostra com suavidade e precisão sobre trilhos cobertos com uma camada de carbono tipo diamante (DLC).

O suporte da amostra pode se mover ao longo de cinco eixos, permitindo que o material sob investigação seja analisado de qualquer ângulo.







Outras notícias sobre:
  • Microscópios
  • Fotônica
  • Biomecatrônica
  • Micro e Nano Robôs

Mais tópicos