Espaço

NASA seleciona missão para asteroide metálico

NASA seleciona duas missões para asteroides
Visualizações artísticas das sondas Lucy (esquerda) e Psyche (direita). [Imagem: SwRI/SSL/Peter Rubin]

Ciência e negócios

A NASA acaba de anunciar os destinos para seus próximos empreendimentos espaciais - e a escolha revela os múltiplos interesses da agência espacial nos asteroides.

As duas missões são Lucy, que visitará vários asteroides troianos que circundam Júpiter, e Psyche, que visitará o asteroide metálico 16 Psique.

Ambas coletarão informações de grande valor científico, sobretudo sobre a formação do Sistema Solar. Mas também farão uma coletânea inédita de dados sobre os próprios asteroides, dados importantes para os futuros planos de mineração espacial.

Asteroide metálico

A sonda Lucy, que deverá ser lançada em outubro de 2021, chegará a um asteroide do cinturão principal em 2025, prosseguindo depois até Júpiter, onde chegará em 2027. Nos seis anos seguintes, ela explorará seis asteroides troianos, que orbitam Júpiter em "poços de gravidade" de cada lado do gigante gasoso.

Acredita-se que os troianos sejam resquícios de um período anterior da história do Sistema Solar, e assim poderiam conter pistas sobre como os planetas se formaram. O nome da sonda é uma referência à fóssil Lucy, uma Australopithecus de 3,2 milhões de anos que trouxe informações valiosas sobre a formação da raça humana.

A sonda Psyche será lançada em outubro de 2023 para explorar o seu asteroide homônimo, onde chegará em 2030. O asteroide 16 Psique, com mais de 200 km de diâmetro, parece ser feito principalmente de ferro e níquel - em vez de rocha -, o que sugere que ele poderia ser parte do núcleo de um pequeno planeta rochoso destruído em uma colisão com outro planeta ou asteroide.

"O 16 Psique é o único objeto do seu tipo conhecido no Sistema Solar, e esta é a única maneira que os humanos jamais terão para visitar um núcleo. Aprenderemos sobre o espaço interior [da Terra] visitando o espaço exterior," disse Lindy Elkins Tanton, da Universidade Estadual do Arizona, uma das idealizadoras da missão.

NASA seleciona duas missões para asteroides
Descoberto pelo astrônomo italiano Annibale de Gasparis, em 1852, o 16 Psique sozinho possui 1% de toda a massa existente no Cinturão de Asteroides. [Imagem: ASU/Divulgação]

Classe Descoberta

As duas sondas fazem parte de missões de "classe descoberta" da NASA, que são relativamente baratas - com um limite de US$ 450 milhões. Nessa mesma classe estavam a sonda Messenger, enviada a Mercúrio, a sonda Dawn, que visitou os asteroides Vesta e Ceres, e o laboratório marciano InSight, programado para lançamento em 2018.

As novas informações sobre esses corpos celestes poderão ajudar a definir alvos para missões coma a Osíris-Rex, que deverá trazer à Terra as primeiras amostras de um asteroide, bem como alvos para os projetos de mineração espacial.





Outras notícias sobre:

    Mais Temas